6 de out de 2009

Um Quintal, Uma Janela




Sonhos. Simples ou portentosos, mas sempre sonhos.
Essa composição de Gilson e Joram, descreve
bem a minha vontade de viver. Uma casa simples,
um lugar tranquilo, repleto de verde, paz no
viver com a pessoa amada, humildade nos dias
repletos de amigos e com o conforto básico,
necessário aos dias atuais.

Assim, a página de hoje, interpretada por
Maria Bethânia, é esta minha edição de vídeo com
a música Casinha Branca.

Iva Souza (Ivanete)







Eu tenho andado tão sozinho ultimamente
Que nem vejo a minha frente
Nada que me dê prazer
Sinto cada vez mais longe a felicidade
Vendo em minha mocidade
Tanto sonho perecer

Eu queria ter na vida simplesmente
Um lugar de mato verde
Pra plantar e pra colher
Ter uma casinha branca de varanda
Um quintal e uma janela
Para ver o sol nascer

Às vezes saio a caminhar pela cidade
À procura de amizades
Vou seguindo a multidão
Mas eu me retraio olhando em cada rosto
Cada um tem seu mistério
Seu sofrer, sua ilusão

Eu queria ter na vida simplesmente
Um lugar de mato verde
Pra plantar e pra colher
Ter uma casinha branca de varanda
Um quintal e uma janela
Para ver o sol nascer

Gilsom / Joran


fontes:
imagem: google - texto e edição de vídeo: iva souza (ivanete)
base das pesquisas: google



20 de set de 2009

Rostos - Postagem II



As rugas do meu rosto

São sinais que o amor deixou
São canais que a dor cavou
São leito de lágrimas
Sorrisos vincados
São pedaços de ti enraizados
São mais do que o tempo que já passou
São obras de arte
São o estandarte
São a fruta madura do nosso Agosto
São a tua lembrança
A que não parte
São tudo, tudo o que eu posso dar-te
As rugas do meu triste rosto

Ricardo Costa
















" Um homem só encontrara a mulher ideal
quando olhar no seu rosto e ver um anjo e tendo-a nos
braços, ter as tentações que só os demonios provocam."


Pablo Picasso




" No retrato que me faço, traço a traço,
às vezes me pinto nuvem, às vezes me pinto árvore
Às vezes me pinto coisas, de que nem há mais lembrança..."



Mário Quintana
















fontes
desenhos a lápis de cera: iva souza (ivanete)
autores dos textos: ricardo costa, pablo picasso e mário quintana
base das pesquisas: google



24 de ago de 2009

Gotas - Posrtagem II



Lágrimas existem para serem derramadas.

Alguns momentos da vida rimos,
outros somos compelidos ao pranto.
Inevitavelmente.
Somos todos feitos metade alegria,

metade tristeza. Ambas sobressaem-se e se alternam
ao longo de nossas vidas.
Quando vier o
pranto deixe fluírem as lágrimas.
Não as economize nem se esforce
tentando retê-las. As lágrimas vertidas

desfazem a tristeza da alma. São como a chuva
que vem para lavar a poeira da terra.
Lembre-se que por sermos humanos não

é demérito chorar.
Esvazie o quarto triste do sentimento.
Todo momento triste é passageiro, pense assim.
Restabeleça-se depois, coração
renovado
com o néctar da alegria.
Afinal, depois das tormentas
de um temporal um novo sol volta sempre a brilhar.


Inácio Dantas













" Nunca perca a fé na humanidade,
pois ela é como um oceano.
Só porque existem algumas gotas de
água suja nele, não quer dizer que
ele esteja sujo por completo."


Mahatma Gandhi







" Em todas as lágrimas há uma esperança."

Simone de Beauvoir








fontes
desenhos a lápis de cera: iva souza (ivanete)
autores dos textos: inácio dantas, mahatma ghandi e simone de beauvoir
base das pesquisas: google



15 de ago de 2009

A Felicidade Voltou Para Mim






" O verdadeiro sentimento, o verdadeiro Amor
acontece aos poucos. Um olhar, um gesto
de ternura, amizade e então, nosso coração
começa a bater mais forte quando os
olhares se cruzam, as mãos se tocam. "

Bem Devagar, uma composição de Gilberto Gil interpretada
por Caetano Veloso, é a página de hoje.

Iva Souza (Ivanete)







Sem correr
Bem devagar
A felicidade voltou para mim
Sem perceber
Sem suspeitar

O meu coração deixou você surgir

E como o despertar depois de um sonho mau
Eu vi o amor sorrindo em seu olhar
E a beleza da ternura de sentir você
Chegou sem correr
Bem devagar

Amor velho que se perde
Sai correndo para outro ninho
Amor novo que se ganha
Vem sem pressa, vem mansinho



Caetano Veloso




fontes
imagem: google - edição de vídeo e texto: iva souza (ivanete)
base das pesquisas: google



9 de ago de 2009

Rostos - Postagem I


" Quero sempre poder ter um sorriso estampando
em meu rosto, mesmo quando a situação não
for muito alegre...
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz
para os que estiverem ao meu redor...
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém,
e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém
também pensa em mim quando fecha os olhos,
que faço falta quando não estou por perto...
Queria ter a certeza de que apesar de minhas
renúncias e loucuras, alguém me valoriza
pelo que sou, não pelo que tenho...
Que me veja como um ser humano completo,
que abusa demais dos bons sentimentos
que a vida proporciona,
que dê valor ao que realmente importa,
que é meu sentimento...
e não brinque com ele. "

Mario Quintana










Volta teu rosto sempre na direção do sol, e então,
as sombras ficarão para trás.


sabedoria oriental








Os espelhos são usados para ver o rosto,
a arte para ver a alma.

George Bernard Shaw





fontes
desenhos a lápis de cera: iva souza (ivanete)
autores dos textos: mário quintana, sabedoria oriental e george bernard shaw
base das pesquisas: google



2 de ago de 2009

Basta Imaginar





Aquarela.
O que lhe transmite essa música?
Nessa composição de Toquinho divagamos,
viajamos seguindo os belos
acordes da melodia, um clásico da MPB.

Imaginação, sonho, a simples beleza no ato
de viver, nela está retratada em sua
mais pura realidade.

Eu a escolhi para mostrar um
pouco de minhas criações em imagens digitais.


Iva Souza (Ivanete)





Numa folha qualquer
Eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo

Corro o lápis em torno
Da mão e me dou uma luva
E se faço chover com dois riscos
Tenho um guarda-chuva

Se um pinguinho de tinta
Cai num pedacinho azul do papel
Num instante imagino uma linda gaivota
A voar no céu

Vai voando
Contornando a imensa
curva Norte e Sul
Vou com ela viajando Havaí Pequim ou Istambul
Pinto um barco a vela branco navegando
É tanto céu e mar num beijo azul

Entre as nuvens
Vem surgindo um lindo avião rosa e grená
Tudo em volta colorindo com suas luzes a piscar
Basta imaginar e ele está partindo sereno e lindo
Se a gente quiser ele vai pousar

Numa folha qualquer
Eu desenho um navio
de partida
Com alguns bons amigos
Bebendo de bem com a vida


De uma América a outra
Eu consigo passar num segundo
Giro um simples compasso
E num círculo eu faço o mundo

Um menino caminha e caminhando chega no muro
E ali logo em frente a esperar pela gente
O futuro está

E o futuro é uma astronave que tentamos pilotar
Não tem tempo nem piedade nem tem hora de chegar
Sem pedir licença muda a nossa vida
E depois convida a rir ou chorar

Nessa estrada não nos cabe conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe bem ao certo onde vai dar

Vamos todos
numa passarela
De uma aquarela que um dia enfim
Descolorirá

Numa folha qualquer
Eu desenho um sol amarelo
Que descolorirá
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo
Que descolorirá
Giro um simples compasso
Num círculo eu faço
O mundo
Que descolorirá


toquinho




fontes
imagem: google - texto e edição de vídeo: iva souza (ivanete)
base das pesquisas: google

28 de jul de 2009

Gotas - Postagem I




" Acredito nos olhos de quem está apenas
observando,aprendendo, sem julgamento.
Acredito que existe um lugar para mim,
assim como existe lugar para todo mundo.
Porque existe lugar para todo mundo.
É só procurar. Eu acredito. Acredito no tempo.
O tempo é nosso amigo, nosso aliado,
não o inimigo que traz as rugas e a morte.
O tempo é que mostra o que realmente valeu a pena,
o tempo nos ensina a esperar, o tempo apaga
o efêmero e acaba com a dúvida."

cfa









“As Lagrimas são as ultimas palavras quando
o coração perde a voz.”

autor desconhecido







" Demorei mas aprendi...Lágrimas, não significam arrependimentos..."

David P. Guimarães Thomé




fontes
desenhos a lápis de cera: iva souza (ivanete)
autores dos textos: cfa, autor desconhecido e david p. guimarães thomé
base das pesquisas: google


15 de jul de 2009

Nosso Amor em Paz



Paz. Indecifrável sentimento tão ansiosamente desejado
por toda a humanidade.


Nessa primeira postagem, a de estréia em meu blog,
escolhi a linda composição de Gilberto Gil e
João Donato para desejar à todos muita Paz,
pois creio que só assim abriremos caminho para a
verdadeira felicidade.

Iva Souza (Ivanete)




A paz invadiu o meu coração
De repente me encheu de paz
Como se o vento de um tufão
Arrancasse meus pés do chão

Onde eu já não me enterro mais


A paz fez o mar da revolução

Invadir meu destino
A paz
como aquela grande explosão
Uma bomba sobre o Japão

Fez nascer o Japão da paz

Eu pensei em mim

Eu pensei em ti

Eu chorei por nós

Que contradição

Só a guerra faz

Nosso amor em paz


Eu vim
vim parar na beira do cais
Onde a estrada chegou ao fim

Onde o fim da tarde é lilás

Onde o mar arrebenta em mim

O lamento de tantos ais


gilberto gil / joão donato




fontes
imagem: google - texto e edição de vídeo: iva souza (ivanete)
base das pesquisas: google